SPOILER: Final Fantasy IV


Bem vindos a seção Spoiler novamente. Depois de uma semana de descanso desde Kingdom Hearts 3D, vamos explorar mais um jogo em seus detalhes importantes. Dessa vez, não dedicarei o tempo a uma série, mas sim a jogos separados. Hoje, destacarei novamente um RPG, sendo que esse jogo é um dos que me fizeram realmente apreciar o gênero. No caso, como vocês devem ter percebido pelo título, trata-se de Final Fantasy IV, que é um dos meus RPG’s favoritos e meu Final Fantasy Favorito.

 

Final Fantasy IV

Produtora: Squaresoft/Square-Enix

Plataformas: Snes, PS1, Wonderswan Color, Game Boy Advance, Nintendo DS, PSP e mobile

Gênero: RPG

 

A mais poderosa nação do mundo, o Reino de Baron, está utilizando sua inigualável força aérea, os Red Wings e sua legião de Cavaleiros Negros para atacar nações pacíficas numa busca dos quatro Cristais que correspondem a diferentes elementos da Natureza. Cecil Harvey, um Cavaleiro negro e líder dos Red Wings, começa a questionar as razões do rei após roubar o Cristal d’Água da cidade dos magos, Mysidia. Depois de questionar o Rei, Cecil cai em desgraça e é destituído de sua patente e mandado, juntamente com seu amigo, o Lanceiro Kain Highwind para entregar um anel no vilarejo da Névoa.
Antes de sair em sua jornada, Cecil recebe apoio emocional da Feiticeira e Arqueira, Rosa Joanna Farrell, sua antiga amiga, cujos sentimentos por ele foram além de uma mera amizade, e Cid Pollendina, o engenheiro da esquadra aérea de Baron e uma figura paterna para Cecil. Assim que chegam no vilarejo, as bombas no anel são liberadas e destroem toda a cidade, matando a maioria dos seus habitantes. Cecil e Kain encontram uma jovem menina sobrevivente chamada Rydia, que Cecil decide levar com eles, mas Rydia invoca o Titan e Kain acaba desaparecendo. Cecil, furioso com o Reino de Baron e com os Red Wings, começa uma jornada para impedí-los.
Em sua jornada de volta a Baron, Cecil encontra Rosa adoecida com a Febre do Deserto; um velho Sábio chamado Tellah; o covarde e emocional príncipe de Damcyan (que era Genro de Tellah), Edward Chris von Muir, e o poderoso Monge de Fabul, Yang Fang Leiden, que se juntam a ele. Cecil também encontra Kain, que continua indo atrás dos Cristais para Baron. Ele é acompanhado de um homem chamado Golbez, pois Kain não conseguiu matar Cecil. Durante uma emboscada, Golbez sequestra Rosa. O grupo descobre que Golbez está manipulando Kain e o Rei de Baron para conseguir os Cristais.
Depois do navio do grupo ser atacado pelo monstro marítimo Leviathan, Rydia foi aparentemente levada pela fera e Cecil acaba parando próximo de Mysidia, aonde ele é forçado a expiar seus pecados se tornando um Paladino. É também ali que ele encontra os aprendizes de mago Palom e Porom, que agem como guias e monitores em sua jornada pelo Monte Ordeals. Tellah os encontra e se junta novamente a eles, sendo que ele procura o poder da magia Meteoro, e depois de derrotar o Demônio Elementar da Terra, Scarmiglione duas vezes, Cecil sobrepõe suas trevas interiores e se torna um Paladino. Tella relembra suas magias e aprende a Meteoro, que ele não pode usar ainda.
Após Cecil garantir o status de Paladino, o grupo invade Baron pela Estrada do Demônio. Entretanto, Golbez está manipulando os soldados de Baron, e substiuiu o rei por Cagnazzo, o Demônio Elementar da Água, a quem Cecil e companhia destroem. Cid consegue escapar de sua cela durante algum momento desse incidente, e depois dos gêmeos se sacrificarem se petrificando para parar uma cilada, o grupo toma os céus na aeronave de Cid. Cecil encontra pouco tempo depois, o dominado Kain, que força Cecil a entregar o Cristal da Terra em troca da vida de Rosa. Após Cecil e cia. tomarem o Cristal do Elfo Negro, Kain leva o grupo para a Torre de Zot, aonde Golvez mantém Rosa.
Após encarar Golbez diretamente, Tellah sente que esse é o momento e o ataca com o Meteoro, cujo uso o mata, mas não é o suficiente para matar Golbez, embora os ferimentos o fizeram recuar, além de quebrar o domínio dele sobre Kain. Kain explica que Golbez não tem todos os cristais, que existem outros quatro, chamados Cristais Sombrios, estão escondidos na terra subterrânea dos Anões e Golbez já roubou dois deles. O grupo resgata Rosa, e após destruir Barbariccia, o Demônio Elementar do Vento, eles liberam um caminho para o subterrâneo e procurar os Cristais sombrios.
Cecil e cia. perseguem Golbez pelo subterrâneo e tentam capturar os Cristais antes que Golbez o faça. Entretanto, eles perdem um numa batalha contra Golbez no Castelo dos Anões, aonde Rydia se junta novamente ao grupo. Depois, após a Torre de Babil e os aparentes sacrifícios de Yang e Cid, Edge, o principe Ninja de Eblan se junta ao grupo e os ajuda a derrotar Rubicante, o Demônio Elementar do Fogo. Pouco tempo depois, Golbez captura o Cristal remanescente e retoma o controle mental sobre Kain, que rouba o último cristal de Cecil e foge. Golbez recua para a segunda lua do planeta. Para descobrir o que Golbez planeja fazer com os cristais, e esperando detê-lo, Cecil segue Golbez até a Lua usando uma nave ancestral conhecida como Baleia Lunar, que estava escondida na baía de Mysidia.
Na Lua, Cecil conhece Fusoya, que explica que ele descende de uma raça chamada Lunariana, que se originou de um planeta que foi destruído e formou um cinturão de asteróides. O pai de Cecil, Kluya, era responsável por guardar os Cristais, que correspondem aos cristais na lua que mantém os pensamentos dos Lunarianos, no Planeta Azul e introduzir avanços tecnológicos, como as aeronaves. Entretanto, um Lunariano, Zemus, planeja erradicar toda a vida do planeta para a colonização Lunariana. Também é revelado que Zemus está manipulando Golbez e Kain, e planeja usar os cristais para reviver um andróide, o Gigante de Babil, e limpar o planeta para seu propósito.
Acompanhado por Fusoya, que pode neutralizar o campo de força do Gigante de Babil, Cecil retorna para o Planeta Azul para encontrar o Gigante revivido. O mundo todo – incluindo os ex-membros da equipe Edward, Cid, Yang, Palom e Porom – participa no ataque. Após usar a aeronave de Cid para entrar no Gigante, o grupo derrota os Demônios lá dentro e destroem a CPU. Após pararem o andróide, Golbez confronta o grupo na intenção de destruí-lo. Porém, Fusoya é capaz de romper o controle de Zemus sobre Golbez e Kain. Logo depois, Cecil descobre que Golbez é seu irmão mais velho. Golvez e Fusoya voltam para a lua para tentar derrotar Zemus, e o Grupo de Cecil os seguem.
Após lutarem para chegar ao centro da Lua, Cecil observa Golbez e Fusoya derrotarem Zemus, só para descobrirem que sua morte desencadeou o surgimento de um ser mais poderoso chamado Zeromus, a personificação do espírito odioso de Zemus. Zeromus derrota facilmente Golbez e Fusoya e então ataca o grupo de Cecil. Somente com a força de todos, combinado com um Cristal especial providenciado por Golbez, Cecil e seus amigos conseguem derrotar Zeromus.
Após a destruição de Zeromus, Fusoya retorna a seu sono com o resto de seu povo. Golbez, sentindo que não poderá retornar a terra depois do que ele fez, e se tornando meio Lunariano, vai com ele, mas antes disso, Cecil o perdoa e o chama de irmão. Depois, todos retornam para a terra, e muitos dos companheiros de Cecil terão que reconstruir seus lares. Kain vai para o Monte Ordeals para treinar por conta própria, jurando não retornar a Baron até que ele prove pra si mesmo que ficou forte. Os companheiros de batalha de Cecil (exceto Kain) vão para o casamento de Cecil e Rosa, que se tornam Rei e Rainha de Baron.
Fim?

 

Bem, a história de Final Fantasy IV continua em Final Fantasy IV: The After Years (mobile, Wiiware e PSP – Via FF IV Complete Collection), mas isso é assunto para outro dia. Até a próxima, pessoal!

Deixe um comentário

2 Comentários

  1. inesquecivel esse game para mim. zerei duas vezes.

    Responder
  2. Confesso que fugi dos posts SPOILER, mas achei a idéia bacana. Contar toda a trama dos jogos que nem todo mundo tem tempo pra jogar até o fim e tal.
    FFIV foi o primeiro Final Fantasy que joguei, mas não é meu favorito. Ainda coloco Tactics e V na frente. Mas só. Galera costuma “endeusar” o VII e/ou o VI, eu acho um certo exagero.
    Chegou a jogar o After Years? Eu joguei muito recentemente, achei bacana a continuação e tal, mas acho que ainda prefiro a primeira parte da trama.
    E também terminei este duas vezes.

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s