Naruto Shippuuden: Ultimate Ninja 5 (Playstation 2)


O Blog tem quase 2 anos (falta pouco mais de um mês), e a intenção era fazer reviews dos jogos conforme eu os ia jogando. Eu já joguei nesse período de Maio de 2010 até esse período de 2012 que estamos, uma quantidade imensa de jogos, alguns eu quis resenhar, mas me faltaram palavras pra descrevê-los, outros foi por preguiça. Enquanto alguns títulos foram praticamente jogados a força para resenhas. O fato é que já fiz análise de diversos jogos, inclusive baseados em licenças da Marvel, como Homem-Aranha, Capitão América e X-Men, a títulos baseados em licenças de Anime, como Saint Seiya, Full Metal Alchemist e Bleach. E bem, hoje não será uma exceção, vamos ver como foi a despedida do Naruto no Playstation 2?
Naruto Shippuuden: Ultimate Ninja 5

Produtora: Namco-Bandai

Desenvolvimento: Cyber Connect2

Plataforma: Playstation 2

Gênero: Luta
Para quem acompanha a saga atual de Uzumaki Naruto e espera pelo desfecho dela (e secretamente ri do fim do Anime de Bleach) e também lê os desdobramentos de Kishimoto no mangá, Ultimate Ninja 5 soa até nostalgico. Ele cobre o primeiro arco da Saga Shippuuden, mas de forma mais completa que seu antecessor (Ultimate Ninja 4) que terminou de forma incompleta. Aqui temos o arco completo do Sequestro de Gaara, e o combate contra Deidara e Sasori (que culminou com o sacrifício de Chiyo). De quebra, ainda tem uma side-story com o Sasuke, mas coisa bem boba e fechada.
Ao contrário de Ultimate Ninja 4 que começava com uma história original pré-Shippuuden, aqui já começamos com a história em si, e o jogo é dividido em duas partes no modo História, o modo RPG tradicional, aonde você vai percorrendo alguns dos pontos da história, combate bandidos aleatórios na estrada e cumpre side-quests normais, e os combates mano-a-mano já tradicionais.

 

Os combates contra bandidos aleatórios envolvem uma arena fechada, e esmagamento do botão de ataque, contando com o auxílio de até dois parceiros controlados pela IA, e Jutsus especiais para cada um. Essas batalhas dão experiência que podem aumentar os atributos dele. Na jornada, podem ser encontradas armadilhas, itens escondidos em barris e caixas (destrua-os e desarme as armadilhas com as shurikens) e coisas relativas a sub-quests.
As lutas seguem o mesmo estilo da franquia (que se estabeleceu com o Ultimate Ninja 3), um botão de ataque, um de pulo, um para liberar o chakra da técnica devastadora (estou usando termos mais simples), um de shuriken. Os botões de ombro da frente trocam a shuriken pelos itens adquiridos durante o combate (tem uma roda de itens) e os botões de ombro de trás defendem. Com combinações realmente simples, cria-se um combo (ou algo parecido com isso), e movimentos igualmente simples, soltam-se os Jutsus.
Os combates apesar de rápidos, tem sua estratégia, não basta ficar apertando o bolinha igual esses babacas que jogam em evento de anime, pois cada personagem tem seu estilo próprio de jogo, por exemplo, o Lee é para quem gosta de combate corpo-a-corpo, pois a maioria dos ataques dele é melhor com o oponente próximo, já o Gaara é bom para jogadores que preferem jogar longe do oponente. E tem a questão do parceiro de combate, sabendo escolher a dupla certa (como Naruto-Sakura por exemplo), pode desencadear Especiais em dupla mais poderosos.
O elenco do jogo não fica restrito a Shippuuden, e a maneira de desbloquear os outros personagens, é pelas marionetes localizadas por todo o mapa do modo RPG, totalizando uma caralhada de Personagens e confrontos que cronológicamente não deveriam existir. A localização dessas marionetes, acrescenta algum tempo extra ao jogo, assim como missões paralelas e a história paralela do Sasuke, desbloqueada após concluir o modo história. Fora que após terminar tudo, o modo versus com todos os personagens fica BEM melhor, pra jogar com os amigos.
Os gráficos do jogo são bons, apesar de terem envelhecido rapidamente desde o lançamento do jogo. Nas batalhas (tanto nas tretas versus, quanto no espancamento de inimigos genéricos) e no mapa do modo RPG, eles são bons, e as animações dos Jutsus estão bem feitas, mas… Aquele cel-shading envelheceu rápido, o que é um sinal de que é hora de migrar para a geração seguinte. Nas cenas a coisa é mais evidente, no jogo em si, fica bom. Os cenários estão fiéis aos da série, oferecendo um bom look da Vila da Folha, da vila da Areia e daquele esconderijo de Sasuke.
A trilha é muito boa, e conta com as composições do anime, sempre no clima exato para cada momento da ação. A dublagem do jogo, graças a deus eliminou a possibilidade de escolher a terrível dublagem americana. Cada Seiyuu emprestou suas vozes e dublaram as falas do jogo, culminando num trabalho bastante competente, mesmo os habitantes aleatórios da sua vila tem falas próprias e (uma só, mas relevem, são coadjuvantes dos coadjuvantes) o grito do Ebisu quando recebe o livro do véi tarado (vulgo Jiraya) é simplesmente impagável (é uma das sub-missões).
Finalizando, hoje em dia, Naruto Shippuuden: Ultimate Ninja 5 é mais nostálgico (para quem acompanha o anime), mas ainda assim é bastante competente e oferece boa dose de conteúdo pros fãs da série. Mesmo para quem não é fã de Naruto, recomendo o jogo, dá umas boas horas de diversão.

Nota: 8,8/10

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s