Análise: Tekken Advance


Tekken é uma das melhores franquias de luta 3D, perdendo para Soul Calibur (da própria Namco) e dependendo do seu ponto de vista, para Virtua Fighter (embora a fanbase de Tekken seja maior do que de VF, talvez por Tekken ser menos técnico que Virtua Fighter, aonde um Mash-Button se daria mal em alguns segundos). A série começou em 1994, 1995 nos Arcades e no PS1 e perdura até hoje com seis títulos na linhagem principal, algumas revisões e Spin-Offs como Tekken Tag e sub-produtos como Death by Degrees (que é bom, mas seria ótimo se a jogabilidade não se baseasse no analógico). Mas o fato é que eu gosto de Tekken, você gosta de Tekken, o Papa gosta de Tekken. E em 2001, o Game Boy Advance dominava o mercado dos portáteis…

Ok, o GBA era o único portátil de peso na época, seu único concorrente era o WonderSwan Color da Bandai, que vendeu apenas 10 unidades, sendo que seis eram de fãs de Cavaleiros do Zodiaco que queriam o remake dos jogos de NES. Remake esse que engloba os dois títulos num só com gráficos melhorados.

Tá, os jogos de CDZ do NES falando graficamente eram uma bosta e esse não foi um trabalho muito difícil por assim dizer, mas não me encha o saco! Enfim, voltando ao caso de Tekken. Em 2001, a Namco resolveu criar uma versão de sua popular série de lutas para o portátil da Nintendo e faturar uns trocados. E cá estamos nós para analisá-lo dez anos depois.

Tekken Advance

Produtora: Namco

Gênero: Luta

Plataforma: Game Boy Advance

Todos sabem que a história de Tekken é mais embolada que cabelo de bunda, e como os nintendistas não conhecem muito além de “Salve a Princesa”, a Namco resolveu simplesmente… Não colocar história nenhuma no jogo. Sério, o jogo sequer tem finais. Então, bem presumo que os lutadores de Tekken andavam pelas ruas de Tóquio numa sexta-feira e começaram a se porradear sem razão alguma, que é o que os japoneses fazem as sextas-feiras.

A apresentação do game é simplista, nada demais. A questão de Tekken Advance era a jogabilidade. O GBA só tinha quatro botões de ação, então ficou um para soco, um para chute e um para agarrões, basicamente o que diminuiu a quantidade de combos disponíveis. E é claro, as limitações técnicas do GBA limitam a jogabilidade, que apesar de funcional, não é tão fluída como a da série principal. Temos dez personagens jogáveis sendo um deles destravável. Um bom elenco, mas na minha opinião faltou o Eddy.

Temos como modos de jogo o tradicional Arcade, Versus, Time Attack, Survival e um 3×3 que lembra a jogatina de Tekken Tag. Exceto pela caralhada de personagens. Aliás, é neste modo que o quarto botão do GBA é utilizado, para a troca entre os personagens. A dificuldade do jogo é crescente, nada que castigue, mas é necessaria certa dose de paciência pra vencer alguns inimigos (os finais).

Graficamente, é competente, utilizando um 3D pré renderizado, os sprites tem uma boa movimentação, apesar de serem um tanto limitados. Já os cenários são meras imagens estáticas, com os efeitos de rotação do Mode 7 (o mesmo do SNES) o que garante certa profundidade. Mas ainda assim, um pouco de capricho nestes seria legal. Diacho, o porte de SSF 2 Turbo do GBA trouxe cenários inéditos, porque a Tekken não podia ter cenários mais legais? Sério, os cenários parecem mortos.

As músicas são boas… Pro jogo, porque você provavelmente vai esquecê-las assim que desligar o GBA. De fato, as músicas de Tekken não tem tanta influencia sobre as pessoas como as de sua franquia “irmã de casa”, Soul Calibur, mas elas funcionam pro jogo. Tipo, tentei ouvir a trilha de Tekken 5 no Player e digamos que foi uma experiência insossa.

Enfim, Tekken Advance não merece as notas altas por parte de alguns sites (8.5 e 8.8? Francamente), mas também não merece seu desprezo. É um bom jogo que pode te divertir enquanto se está num engarrafamento ou numa hora de lanche. E é bom enquanto o Tekken 3D Prime não sai para o 3DS.

Nota: 7/10

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s