[Nintendo DS]Lord of The Rings: Aragorn’s Quest


Eu não curto muito Senhor dos Anéis. Não tive um bom contato com os livros, só consegui assistir ao terceiro filme (em duas fitas VHS… Se você ainda lembra de VHS, és tão velho quanto eu)… Minha experiência com os jogos baseados na franquia também não foram boas, o primeiro que joguei era aquele de SNES… E eu ainda tenho pesadelos com isso. O baseado em Retorno do Rei era até bom, se não fosse meio estranho de se guiar. Enfim, recebi em mãos aqui o Aragorn’s Quest de DS pra testar, e é o que você confere aqui no Blog hoje.


O jogo se passa (o tempo presente), algum tempo depois de “O Retorno do Rei”, com Sam recontando a Saga do Anel para seus filhos… E isso é nada mais do que uma desculpa da produtora para revisar o enredo dos filmes, com pequenas adições dos livros e side-quests originais. Enfim, o jogo seria recomendado para quem quer conhecer o mundo de Tolkien… Ao menos um pouco.

O jogo é mera e simplesmente um jogo de ação descerebrado. Não que isso seja ruim, a jogabilidade funciona perfeitamente, você tem dois botões de ataque de espada (fraco e forte), um para defesa e um para arco e flecha. Combos simples são criados, apesar de não serem variados como no Bleach mais recente de PS3, mas aí seria pedir demais. A dificuldade do jogo não é tão grande, mas é necessario boa dose de paciência para fazer 100% em todos os 15 capítulos.


Algumas side-quests durante os capítulos podem tomar um naco do seu tempo, mas compensam por dar armas melhores ao serem completadas. Derrotar os inimigos dão pontos de experiência e subsequentemente, níveis. A cada nível ganho, adquire-se um ponto de atributos, que podem ser utilizados para comprar habilidades que dão um auxílio na jornada para destruir o Anel.

Enquanto que no Wii e no PS3 temos um modo cooperativo para dois jogadores aonde o segundo jogador encara o papel de Gandalf, o DS, o PS2 e o PSP ganham um exclusivo modo arena aonde se deve… Derrotar ondas de inimigos. Esse modo é mais recomendado para quem já terminou o jogo e quer um gás a mais no jogo, mas não acrescenta muito em conteúdo.

Os gráficos em sua versão DS estão bons, embora as cenas com Sam e seus filhos tenham ficado “estranhas” por falta de palavra melhor pra descrever. Cenários e personagens estão bem feitos, e os efeitos estão na medida. Só tem um péssimo problema de iluminação, pois se o DS ficar em uma determinada posição, a iluminação do jogo fica MUITO ruim, quase impossibilitando a partida.

As músicas do jogo não estão ruins, mas não são memoráveis, quase descartáveis até. Poderia ter sido muito melhor se usassem a trilha dos filmes que é fantástica. A dublagem das cenas no entretanto… As vozes de Sam e seus filhos estão longe de ser ruins, mas foram digamos, mal comprimidas, parecendo que todos falam num travesseiro enquanto dialogam. Sério, isso é um horror!

Finalizando, Aragorn’s Quest não é um jogo ruim, mas tem falhas bobas e primárias que tiram o brilhantismo do jogo. Mas ao menos é bom e não fica inventando babaquice com a Stylus… Né, Clone Wars? Dá para gastar um tempinho nele, entre um puzzle e um tiroteio do seu DS.

Título: Lord of The Rings: Aragorn’s Quest

Produtora: Warner Bros

Desenvolvimento: TT Fusion

Gênero: Ação

Plataformas: Nintendo DS, PS2, PSP, PS3 e Wii

Nota: 

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s