[Comic]Gears of War


Eu adoro quadrinhos… Não a indústria em si que tem produzido péssimas coisas, diabos, eu comprei a edição 8 do gibi Teia do Aranha, e de lá, pessoalmente, só a história da Gata Negra me interessou por conta do roteiro que ao menos era interessante, mas isso não compensa a poluição visual do conto do Kraven (de como ele conheceu sua esposa), mais por conta da segunda mini-história incluida neste capítulo, aonde Peter e MJ estão com um péssimo traço e tudo parece explodir na sua cara, não de um jeito bom. Diabos, quero que Quesada tenha câncer no cú. Mas, aonde eu estava, ah, sim, adoro quadrinhos… De todos os tipos, tenho algumas dezenas de mangás e parte da minha infância foi vivida entre os gibis do Homem-Aranha que um amigo de classe me emprestava. Diabos, era MUITA COISA! Mesmo tendo pegado parte da decadência com a saga do Clone (mais por parte de como ela foi executada, afinal, Ben era um bom personagem, assim como o Aranha Escarlate), me divertia a beça. Apesar de não ser um PhD no assunto, tenho certa bagagem. E acho que vou mandar o Quesada tomar no cú mais uma vez, só para garantir.

Pois bem, Gears of War 3 está chegando, e eu prometi que irei comprar o jogo original, mesmo sem ter um X360. E pra acompanhar o hype, a Panini resolveu lançar aqui no Brasil a versão encadernada contendo as seis primeiras revistas que saíram nos EUA entre 2008 e 2009. E eu, como fã de games, comprei a graphic novel sem pensar duas vezes. E li ela no ônibus, enquanto retornava ao lar. Vamos ver uma pequena avaliação da comic? (Sem Spoilers)

Gears of War

Autores: Joshua Ortega (Roteiro) e Liam Sharp (Arte)

Editora Original: Wildstorm/DC Comics

Editora no Brasil: Panini

Número de Páginas: 148

Preço: R$ 18,90

Nota Final: 92/100

Enredo/Desenvolvimento:

A comic se passa entre Gears 1 e Gears 2 e tenta mostrar um lado mais humano dos personagens, mostrando que ainda há esperanças para a humanidade na guerra contra os Locusts. Marcus é o Herói da guerra, um Sargento que não deixa nenhum de seus homens pra trás, isso é demonstrado numa das cenas no sexto capítulo, os outros soldados são mostrados com certa personalidade, apesar de que os tiroteios frenéticos estejam em destaque aqui. Apesar de Gears ser principalmente focada em Marcus Fênix, a comic tem como personagem central Jace (nome real: Jason), um gear que tem certo trauma na infância, e de certa forma revive isso por conta da garotinha Lily, achada por eles na cidade de Fodido. (Sim, o nome é essa). O desenvolvimento da história não é grande, devido a curta duração, e esse é um dos poucos pontos negativos da comic.

Arte/Acabamento:

Os traços de Liam Sharp estão muito bons, e principalmente, fiéis ao seu material de origem, pois aprendemos com o mangá de Medabots que bem… Há sempre como se estragar um design bacana. Todos os filhos da puta que metemos bala nos dois primeiros jogos estão bem representados, o destaque são as ilustrações entre os capítulos (que são as capas das edições americanas) e a aparição de um Brumak (e eis aqui uma das falas de Marcus Fênix, pedindo reforços: “Controle, repetindo: É Delta! Manda logo essa porra de reforço, caralho!”) em que a escala usada pros personagens é extraordinária, Marcus, um brutamontes grandão não chega nem ao joelho do Brumak. A qualidade do material (papel, acabamento) justifica o preço pelo conteúdo, pois nada de edição de papel comum aqui, meu filho, é material de primeira!

Vocês viram minha nota na introdução desta análise, um dos poucos pontos fracos da comic é a curta duração, e a falta do desenvolvimento dos personagens (Don só fala do problema da esposa – melhor explorado em Gears 2 – em uma das falas no fim) devido a essa duração, isso foi o que fez Gears of War não levar 100/100 aqui. Adicione um texto introdutório escrito pelo próprio Cliff Blezinski contando de suas próprias reações de nerd. E sim, o cara é nerd assumido. Caso seja fã de Gears of War, é compra obrigatória… Caso esteja puto com as cagadas que o Quesada fez com o Homem-Aranha, compre Gears também, e caso queira um bom passatempo, compre a comic. Ah, e só pra não esquecer… Quesada, morra de câncer no cú. Desculpem o palavreado, só estou puto com as cagadas que ele fez na Marvel.

Deixe um comentário

2 Comentários

  1. leandro(leon belmont)alves

     /  2011/09/12

    será que aqui no meu estado essa revista vai ser lançada? queria muito essa.

    Responder
    • Kyo

       /  2011/09/12

      Procura em alguma grande loja tipo a saraiva, caso queira encomendar pela internet, tem o comix book shop. Mas a dúvida é se a Panini vai continuar lançando material, porque os Gringos já tão no número 18…

      Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s