[Nintendo DS]Need for Speed Undercover


A franquia Need for Speed esse ano completa 17 anos e a todo gás, recentemente tivemos o terceiro episódio de Hot Pursuit (que tá mais para um Reboot, mas é o terceiro Hot Pursuit a sair) e a uns meses tivemos o segundo episódio do Spin-Off Shift, com o excelente Shift 2 Unleashed. A um tempo atrás a série estava, se não decadente, estava carente de um estilo próprio, depois de incursões bem sucedidas no mundo do tunning com os dois Underground (que em suas versões console, foram bons jogos, evite as versões portáteis), ficou alternando entre o sub-mundo, com Carbon e as corridas oficiais com ProStreet (que guardadas as proporções, é o pai de NfS Shift). Então, a EA começou a Hypear todos (como faz com TODAS as suas franquias) com Need for Speed Undercover, e o jogo chega as lojas em 2008, para todas as plataformas. Lembro, das análises que li, a versão de PS3 levou 4,5 de 10 na D & T Playstation e a versão de PS2 levou um 8 na mesma revista, enquanto a finada EGM Brasil (hoje EGW), deu 7,5 ou 8, não recordo direito, sendo multiplataforma. Vamos analisar aqui, a versão de Nintendo DS

Need for Speed Undercover

Produtora: Electronic Arts

Plataforma: Nintendo DS (Também disponível para PS2, PSP, PS3, PC’s, Wii e X360)

Gênero: Corrida

O jogo tem um enredo básico, você é um policial que precisa se infiltrar numa gangue de ladrões de carros com o objetivo de desbaratar o negócio deles. E… É só isso mesmo, e eu acho que já vi esse filme antes… Com Mark Wahlberg… Vocês sabem qual.

O jogo é baseado em dois tipos de missões, as que envolvem corridas, geralmente em “circuitos fechados” ou sprint (corridas de um ponto a outro), com a variação de corrida de eliminação (o último colocado é sempre eliminado); e as missões, que envolvem, ou o lado criminoso (estando infiltrado), ou o lado policial, prendendo os caras. Além de fugas e corridas numa autoestrada que podem durar de 30 segundos a cinco minutos. Conforme se avança no modo história, novos carros são liberados para compra, assim como upgrades que melhoram sua performance.

A dirigibilidade do jogo é perfeita, não é um sabão de pista que nem em Underground 2, nem dura como a de ProStreet, ou sensível como a do mais recente NfS de DS, o Nitro. Os comandos respondem com uma facilidade, e conforme upgrades vão sendo feitos num carro, a potência, os freios, a manobragem e o nitro são melhorados, o que ajuda nas provas mais difíceis. A dificuldade não é grande, a maioria das provas são na base do tentativa e erro, e algumas missões podem ser deixadas para trás, para serem refeitas com um carro melhor.

Não é graficamente o Need for Speed mais bonito (o prêmio fica com o ProStreet, que é mais detalhado), mas no conjunto, Undercover se sai melhor, trazendo uma boa sensação de velocidade, aliado a gráficos agradáveis. O ponto fraco fica pela falta de vídeos, as cenas do modo história são mostradas em fotos dos atores que representam os personagens de NfS Undercover.

Sonoramente conta com uma trilha repetitiva, a de ProStreet conta com músicas melhores, a não ser que você goste de Pendulum, ou coisas do tipo. Os roncos do motor e sirenes estão ok, nada demais, mas nada ruim.

Finalizando, Need for Speed Undercover é o melhor NfS já lançado para Nintendo DS, e ao menos melhora minhas experiências com a série em Portáteis, vale uma jogadinha básica.

Nota final: 84/100

E como o Datena pediu: IBAGENS DO JOGO!

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s