Lego Harry Potter: Years 1~4 (Nintendo DS)


A produtora Travellers Tales (que para quem não lembra, produziu Sonic 3D Blast) criou a galinha dos ovos de ouro ao licenciar sagas famosas do cinema para a estética lego, se baseando em Kits lançados. Assim surgiram 4 Star Wars (1, 2, The Complete Saga – compilação dos dois jogos num disco – e o 3: Clone Wars), dois do Indiana Jones e um do Batman (além do recente Lego Pirates of Caribbean) e tem a linha Bionicle Heroes (cujo jogo é produzido pela TT). Na E3 de 2009, foi revelado ao mundo Lego Harry Potter, que chegaria no ano seguinte (Aquecendo o pessoal para o último filme – dividido em duas partes). Em 2010, chega as lojas, Lego Harry Potter: Years 1-4

Lego Harry Potter ~Years 1-4~

Produtora: Travellers Tales

Desenvolvimento: TT Fusion

Plataforma: Nintendo DS (também para: Xbox 360, PC, Playstation 3, Nintendo Wii)

O jogo se baseia nos quatro primeiros livros/filmes da série do bruxo mais famoso do mundo. Caso você viva em outro mundo e não goste de spoilers, pule este parágrafo. Caso você não goste de Harry Potter, não tenho nada a ver com isso. Pois bem, o game cobre o período do primeiro ao quarto filme, com as passagens mais marcantes, desde que Harry se descobre um bruxo, passando pelo combate ao Basilisco, a fuga de Rabicho e a Morte de Cedrico. Aliás, vocês perceberam que eu contei o final do jogo…

Diabos, o filme saiu há cinco anos, o livro há mais tempo ainda, e estão esperando o quê pra verem? Parasitas! Arram… Pois bem, o jogo cobre esses quatro anos de Harry Potter com ligeiras modificações (Krum dá um amasso em Hermione na frente de Rony), e tudo temperado com bom humor, o mote central dos jogos de Lego.


Basicamente, é o mesmo dos jogos de Lego, cumpra missões, aprenda a usar magias e use as habilidades de cada tipo de personagem (Harry tem a Ofidioglossia, Fantasmas podem transpassar algumas grades, outros personagens podem usar o jogo da memória, os mais fortes podem empurrar objetos. A jogabilidade é completamente baseada na Stylus (mas se você quiser, pode usar o direcional do DS para andar), usando os dois botões de ombro para trocar de personagem (R) e trocar o feitiço especial (L) (meramente estético, coisas como deixar uma pessoa qualquer com cabeção, cabeça de abóbora, fazê-la dançar, fazê-lo levitar. Alguns objetos estão envolvidos por um contorno verde, e ao serem tocados pela stylus, você terá que desenhar o feitiço para interagir com o objeto.


Caso o objeto esteja com um contorno vermelho, significa que o personagem ainda não sabe a magia necessaria para usá-la, e caso seja roxa a cor, significa que é outro tipo de personagem a interagir. No caso, sempre retorne aquele estágio mais tarde no freeplay, se quiser fazer 100% dos colecionáveis. Aliás, isso vai tomar um bom tempo do seu DS, o jogo tem duração média de seis horas e meia do modo história e até aonde parei (81%) eram cerca de 10 horas de jogo. A maioria dos quebra cabeças não é complicado ou difícil, mas isso não torna a coisa ruim.

Graficamente peca um pouco nos vídeos, mas se acostuma rápido, as cenas são hilárias, com sempre alguma gracinha rolando, diferenciando da cena original do filme. No jogo, o ambiente que você mais verá é Hogwarts, bem feita. Embora a maioria dos ambiente sejam repetitivos (você estuda, logo passa boa parte do tempo dentro do castelo), os ambientes externos estão bem feitos. No total, são 90 personagens controláveis, sendo cerca de 10 no modo história (se alternando geralmente entre Harry e seus amigos) e os outros no freeplay, desbloqueáveis e compráveis com as pecinhas lego, além dos 2 Custom Characters, que são criados por você com as partes dos outros personagens.


Sonoramente é muito agradável, as canções dos filmes de Harry Potter estão lá, sendo bem executadas. Os vídeos, como tradição da série, não possuem dublagem, apenas os grunhidos característicos dos jogos de Lego, o que triplica a comicidade do jogo.

Finalizando, tanto para fãs dos jogos Lego, quanto para os de Harry Potter, esse é um jogo obrigatório, para os outros, um bom passatempo, que só peca pela facilidade do jogo.

Nota: 92/100

Deixe um comentário

4 Comentários

  1. Desde quando conheci a série LEGO (no PS2), gostei na hora. Jogos simples e ao mesmo tempo intrincados, cheios de segredos e colecionáveis.

    Joguei todos até agora (100% apenas no Indiana Jones 2), e no momento estou na caça dos 100% do Star Wars 3 (X360) antes de pegar o Piratas do Caribe. Estou também detonando o Harry Potter com um amigo, paramos no terceiro ano.

    Pra quem gosta de jogar com alguém, é um dos melhores coop que já joguei.

    Não conhecia a versão DS, apenas joguei as versões antigas no GBA, que já eram bacanas.

    Bela análise!

    Responder
    • Bruno

       /  2013/05/21

      POr favor, você pode me explicar como fazer para mover os objetos com contorno vermelho? Na fase do Jogo de Quadribol, por exemplo, não dá pra pegar o bloco vermelho, e chapéu porque para subir no andar acima precisaria mexer com essas peças contornadas em vermelho. Como desbloquear. Já chegamos no final do jogo, mas ficaram várias coisas que não conseguimos fazer por causa desse contorno vermelho. Agradeço se você me explicar para eu poder explicar pro meu filho🙂

      Responder
  1. LEGO Harry Potter: Years 1-4 | GameAmbassador.com - Video Games! | The Games Online
  2. O que joguei em 2011 « Blog do Kyo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s