Especial The King of Fighters: Prólogo KOF 94 (Drama CD)


Dengeki CD Bunko ~Best Selection 13 ~ The King of Fighters ’94 é a dramatização dos eventos que acontecem antes do torneio de 94, feito pela Dengeki Bunko (responsáveis pelas revistas Dengeki Playstation). Foi lançado em 31 de Janeiro de 1995, pelo selo Media Works. Assim como outras adaptações da Dengeki, esse disco vem com um encarte ilustrado, remixes dos temas do jogo e usa vários seiyuus famosos para os personagens do jogo.

A história começa com Rugal narrando as palavras sendo colocadas em sua máquina de escrever, para um torneio de equipes. Ele repete essas palavras na abertura do jogo e assina seus convites com um “R”.

De volta ao Japão, um preguiçoso Kyo conversa com um de seus amigos de escola. Entre o papo, Kyo diz que se sente mais tenso do que o de costume como quando ele está prestes a lutar. Quando o vento sopra um leve cheiro de pétalas de flor de cerejeira, Kyo se sente nostálgico, lembrando-se do que ocorreu no ano anterior. Na tranquilidade da Natureza, Goro está treinando seu corpo para velocidade e resistência. Ele perde a concentração num último momento e bate no chão para evitar ser picado por abelhas. Ele dá um tempo em seu treino perto de uma fogueira. Ouvindo o farfalhar das cerejeiras, ele lembra que um ano se passou desde que um evento em particular aconteceu. Enquanto isso, na cidade, com uma garota grudade nele, Benimaru pergunta seu nome, e ela responde que é Sakura. O nome é relacionado a uma memória que ele havia esquecido.

O Trio instintivamente se encontra no mesmo lugar em que um Torneio de Artes Marciais havia acontecido no ano anterior; naquela vez, os lutadores mal se conheciam e as cerejeiras estavam se aproximando do fim da sua época de floração. Eles lembram quando Kyo era um novato no circuito das lutas, um tempo em que Benimaru ligava mais paa sua reputação e Goro quebrava seus argumentos com um outro. Todos os três se prepararam para a competição e se enfrentaram nas finais. Ainda que tenha sido uma luta dura, Kyo conseguiu vencer seus rivais e conquistar o primeiro lugar. Os derrotados, frustrados pela derrota, observavam a cerejeira juntos.

No presente, Goro e Benimaru dizem ter aceitado a derrota com espírito esportivo e respeito por Kyo. Uma vez que Kyo os mostra o convite para o novo torneio, ambos concordam em formar um time e planejam suas revanches (contra Kyo) para depois.

Durante uma tempestade, Rugal explica o próposito do torneio “O Rei dos Lutadores”: Para testar os lutadores mais poderosos contra ele. Ele avalia a força dos participantes que ele escolheu, dizendo que eles darão belas estátuas para sua mansão. No fim de seu monólogo, ele é iluminado por um relâmpago.

Abrindo seu bar, como sempre, King é visitada por um conhecido chamado Jones. Ela o diz que o bar ainda não está aberto, mas ele responde que veio apenas entregar um envelope. Após deixá-la, ela abre o envelope e lê seu convite para “O Rei dos Lutadores”. Yuri, que estava andando pelas ruas, ainda está frustrada por conta de sua conversa com seu irmão no telefone. Apesar de seu crescimento como um lutadora, ela não conseguiu convencer Ryo que ela pode cuidar de si mesma, e ele desliga quando ela adivinha corretamente sua equipe. Também andando pelas ruas, Mai está chateada, porque Andy “a deixou” por conta de sua equipe no torneio. Colocando sua raiva pra fora, ela chuta uma lata que acaba acertando a cabeça de Yuri. As duas se reconhecem, e enquanto lancham juntas, concordam em formar um time. Yuri sabe exatamente quem pode ser o terceiro membro da equipe e as duas embarcam imediatamente em um vôo para Londres.

Passando o dia se divertindo no Reino Unido, Yuri leva sua curiosa companheira ao bar de King durante a noite. Deixando de lado as cortesias, Yuri decide suspender seu pedido depois de King fechar o bar. E enquanto as três limpam o bar, Yuri nota o convite de King, e esta responde depois que não tem desejo de participar, já que ela gosta de sua pacífica vida, como dona de Bar. Mai e Yuri vão embora, mas ainda tem esperança de que King se junte a elas. Sozinha, King usa essa oportunidade para treinar.

Ela confia a Jones a segurança de seu bar no dia seguinte. Enquanto conversa com ela, Jones observa suas mãos e diz que elas são muito diferentes das dele. Enquanto as dele são comuns e esquecíveis, as dela são belas e misteriosamente poderosas. Mai tenta chamar a sua atenção, jogando uma pedra próximo dela, mas King ainda não está convencida. A ex-segurança tem um monólogo enquanto anda pelas ruas, aonde revela seu desejo contraditório de voltar aos ringues, ainda que ela tenha jurado não lutar mais. Seus pensamentos a distraem no trabalho, então Mai e Yuri dão uma pequena ajuda a ela naquela noite. Dois clientes particularmente rudes, membros de uma gangue local, começam um quebra-quebra no Bar. King, agindo como uma anfitriã gentil, pede que eles resolvam lá fora. Eles a atacam e ela calmamente para seus socos, enquanto repete seu pedido. Ela mantém sua compostura, até que um deles a chama de feia; ela perde a calma e manda os dois arruaceiros voando para fora do bar, com seu ‘Venom Strike’. Revigorada e resolvendo seu dilema pessoal, King concorda em entrar no torneio com as outra duas damas.

Rugal, informando ao público que procura a perfeição, chama um de seus funcionários através de seu intercomunicador. O homem o atende e imediatamente pede desculpas. Rugal, após apontar o fio de cabelo de seu servo, na sala, mata o infeliz com um Reppuken. Procurando outro erro, ele pede a outro servo, ela corre para seu lado e prostra-se diante dele segundos depois. Ele critica a falta de coerência dela por usar vestes bege, uma vez que elas eram brancas no dia anterior e a mata com um Kaiser Wave.  Satisfeito com seu trabalho, ele tem a oportunidade de se olhar no espelho. Ele nota algo parecido com um lamaçal no espelho, ele percebe ser ranho seco perto de seu nariz. Ele aplica um Genocide Cutter no espelho e termina a transmissão.

Atendendo a um pedido de Takuma, Ryo e Robert estão num ônibus para o México para se juntar a seu mestre. Ambos se perguntam o porque deles precisarem ir até lá, com Robert sugerindo Japão, ou sua terra natal, Itália. Ele então fantasia sobre sua vida de conto de fadas, com sua “esposa” Yuri na Itália, quando eles está pronto pra desafiar Takuma para se tornar o próximo mestre do Kyokugenryu e Yuri espera um filho seu. Quando ele acorda de sua soneca, Ryo o diz para sairem do Ônibus, já que eles chegaram em sua parada. Eufórico por conta de seu sonho, Robert corre cegamente para encontrar Takuma.

A noite chega e eles ainda não encontraram seu mestre. O mapa que Takuma desenhou para ajudar, acabou que os deixou mais confusos ainda. Confiando em seus instintos e nas direções indicadas por seu mestre, eles decidem escalar o penhasco para o dojo, porém Ryo começa a ter medo de altura e acaba caindo. Eventualmente, eles encontram o caminho para aonde Takuma está e entram. A princípio eles não o reconhecem, até ele matar uma galinha com seu Zantetsuken. Takuma os informa que aquele local aonde ele vive é o dojo e pede que eles mostrem o respeito devido. Eles passam o resto da noite treinando e jantando (e Ryo de boa vontade, cede parte de sua comida a Robert). Este último tenta tratar Ryo como um cunhado, mas não consegue, pois Ryo vai dormir.

A dupla se apresenta ao público no dia seguinte, para mostrar a grandeza do Kyokugenryu Karate na manhã seguinte. Grande parte dos eventos consiste em Ryo partindo vários objetos ao meio com seus punhos, o que gera uma reação positiva do público. A platéia está tão impressionada que coloca ambos os dois num ringue de Lucha Libre para lutarem um com o outro. Ryo está enraivecido por ter concordado com tal evento, mas Robert o diz que isso é necessário para popularizar o Kyokugen pelo México. Com a frustração deixada de lado, Ryo começa uma luta real com Robert.

De volta ao Dojo, Takuma os questiona sobre terem falhado em seu objetivo e os entrega uma carta vinda de Southtown. Robert a pega, achando ser uma carta de amor de Yuri, mas assim que ele lê, percebe que a carta é o convite para “O Rei dos Lutadores”. Takuma diz que não tem intenção de participar, já que ele deseja espalhar o Kyokugenryu pelo México. Uma vez que Robert lé uma nota de rodapé insultando Takuma, este a explode com um Koh-oh Ken e concorda em entrar com seus alunos no torneio. Após seu mestre sair, Ryo agradece a seu amigo por mentir sobre o insulto.

No Aeroporto, Benimaru brinca com o tipo de mulher que Goro prefere. Benimaru diz que haverão muitas mulheres dando em cima deles se vencerem o torneio, o que aumenta a moral de seus companheiros de equipe. Goro, que tem enjôo de vôos, quer aterrisar o mais breve possível. Após escrever uma nota informando de sua ausência no bar, King diz a suas companheiras que ela já fez todas as suas preparações. Yuri expressa sua culpa por King deixar seu bar, mas King diz a ela para não se sentir assim, pois ela entrou no torneio por vontade própria. Em resposta, Mai e Yuri declaram seu desafio aos seus entes queridos. Ryo, Robert e Takuma também partem para américa, de uma maneira meio ridícula.

Aproveitando seu café da manhã, Rugal ouve música clássica e come uma refeição bastante nutritiva. Ele diz que é muito diferente de Geese ou de Krauser, ele mal pode esperar pelos mais fortes desafiando ele e se tornando parte de sua coleção. Enquanto ele come, ele dá uma risada do trocadilho que fez com sua comida. Seu queijo (cheese) é Geese e seus biscoitos (crackers) são Krauser.

Fim

Elenco do CD Drama:

Kyo Kusanagi – Ryotaro Okiaku (Byakuya de Bleach, Zero de Megaman X, Tristan de Yu-gi-Oh)

Benimaru Nikaido – Hikaru Midorikawa (Heero de Gundam Wing, Zelgadis de Slayers, Kaede de Slam Dunk)

Goro Daimon – Ryuzaburo Otomo (Jeffry McWild de Virtua Fighter, Genzo de Samurai 7, Omega Vermelho do anime de Wolverine)

King – Yumi Touma (Lei Fang de Dead or Alive, Sally Po de Gundam Wing, Isabella Valentine de Soul Calibur)

Yuri Sakazaki – Sakura Tange (Kasumi nos dois primeiros Dead or Alive, Saber em Fate/Extra – jogo -, Sakura Kinomoto em CardCaptor Sakura)

Mai Shiranui – Megumi Hayashibara (Genkai jovem em Yu Yu Hakusho, Aki em Tekkaman Blade, voz japonesa de Diddy Kong na série animada de Donkey Kong Country)

Ryo Sakazaki – Akira Kamiya (Kenshiro de Hokuto no Ken, Kogoro Mori de Detetive Conan, Ryo Saeba de City Hunter)

Robert Garcia – Hideo Ishikawa (Itachi de Naruto, Auron de Final Fantasy X, Jabu em Saint Seiya)

Takuma Sakazaki – Hochu Otsuka (Deneb em Kamen Rider Den-O, Signalman em Gekisou Sentai CarRanger, Jiraya em Naruto)

Rugal Bernstein – Banjou Ginga (Sagat em Street Fighter II Victory, Liquid Snake em Metal Gear Solid, Shadow Lord em Deltora Quest

Notas pós artigo:

  • Sakura Tange foi muito melhor como Kasumi do que como Sakura de CardCaptor
  • Eu não ter colocado os trabalhos mais famosos de Megumi Hayashibara (Jessie de Pokémon e Rei de Evangelion) acima foi PROPOSITAL
  • Foi difícil achar trabalhos que eu gostasse de alguns seiyus.


Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s