Diário de desenvolvimento (RPG Maker)


Diário de desenvolvimento:
Parte 1 (Explicações e Conceito do jogo)

Boa tarde, resolvi escrever esse “diário” na falta de expressão melhor pra contar como é fazer um jogo com uma ferramenta já pronta. Então vamos a algumas explicações técnicas:

Em meados de 2003, estive criando um jogo no RPG Maker 2000, intitulado “Força da Amizade” e o coloquei na internet (na época do Geocities e tudo mais), não haviam muitas ferramentas de divulgação como o twitter, e Blogs não eram fáceis de fazer como hoje em dia (e eu tinha 15 anos e um bocado de tempo livre). No mais, o jogo levou um 5/10 dos usuários do Casa dos Jogos (Um ótimo site da época em que novatos podiam divulgar seus fangames). O que pouca gente sabia, era que aquela era a terceira versão do jogo em que eu havia trabalhado.

Uma versão primitiva, com pouco mais de 3 telas, havia sido criada usando o RPG Maker 2003, mas eu ainda não tinha noções básicas de rpg maker, como switches, apenas teleports. E eu consegui fazer um ‘mini’ jogo de CDZ assim, sem switches. Depois, com umas aulinhas básicas, veio a versão quase definitiva do jogo, utilizando uma expansão do rpg maker 2000 (o projeto havia sido migrado), um dos últimos mapas teria a ignorante medida de 800 x 30 (o limite do rm2k normal é 500), que seria uma dungeon bastante extensa para chegada no chefe final, mas devido a falta de recursos como um gravador de cd para fazer backup, o projeto acabou sumindo. E depois de alguns meses, a versão final estivera pronta, linear e com uma história simplista até.

Pouco tempo depois, em 2004, começam os preparativos para uma continuação, que continuaria sendo linear, mas a história estaria bem montada, apesar de ser mais nonsense ainda, começando com um ataque a uma escola e terminando numa viagem espacial, com direito a batalha de mechas. As maiores melhorias em relação ao primeiro jogo estavam num sistema de mapa-mundi mais competente (aonde o personagem ficaria pequeno no mapa mundi e grande em uma cidade, semelhante ao de Chrono Trigger), sistema de Hotel com quarto sempre pronto para sua estadia e direito a minigames, como um de futebol e um de nave, algumas músicas cantadas na trilha sonora. Infelizmente, assim como outro projeto que fazia em paralelo, foram limados do pc (sem eu saber). Algum tempo depois, um projeto de remake moderno do primeiro jogo começou a ser produzido, com enredo refeito e elementos da mitologia grega, não foi muito longe, por falta de recursos.

No fim do ano passado, resolvi criar um remake do primeiro jogo, melhorando alguns aspectos e tirando um pouco de sarro dos clichês do jogo original, e nisso, algumas decisões foram tomadas:

  • Para preservar as limitações do original neste remake, o jogo será feito no RPG Maker 2000
  • Não terá Legião Urbana
  • Facesets e chipsets novos
  • Artes melhoradas

O jogo começara a ser projetado, inclusive temos uma concept art de uma das personagens pronta, porém devido a problemas pessoais meus, perda do contato com a ilustradora original e atolamento do fim de ano, o jogo foi meio que mandado pra geladeira. Após meu início de férias, o projeto está sendo recomeçado, e vamos que vamos. E farei este diário para que vocês acompanhem os perrengues que passo, enquanto faço um jogo, porque vida de game maker amador não é fácil.

 

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s