Top 3 Nostalgia – Parte 3: SNES


Semana passada tivemos o top 3 do Mega Drive, contando com a nata do Mega Drive (opiniões particulares a parte, acho que os três citados por mim, são realmente os melhores jogos do Mega). E você confere aqui os supracitados no artigo anterior.
*Sonic 3 (Sega, Plataforma)
*Castle of Illusion: Starring Mickey Mouse (Sega, Plataforma)
*Gunstar Heroes (Sega/Treasure, Run ‘n Gun/Plataforma)
Vamos agora a minha história com o SNES, eu já era um menino serelepe com meu amado Meguinha, e um clone do Atari (meu clone do nes já era) e já havia tido uma falha tentativa de comprar um SNES devido a problemas no crédito de meu pai (isso foi anos antes de ganharmos um processo contra o carrefour). Eis que numa ida ao Ponto Frio (loja que a minha família era cliente há anos), conseguimos um Super Nintendo. Ah, a emoção, os cartuchos alugados e horas e horas de jogatina de Mortal Kombat 3, ISS Deluxe, Super Mario World, Art of Fighting 2 (esse era ruim de alugar). Pois bem, levei um tempo para comprar meu primeiro cartucho, mas vamos a lista da semana, que contém… Sei lá, ainda nem pensei nos jogos de hoje!

3º Garou Densetsu SPECIAL (SNK/Takara, luta)

 

Vamos lá, porque eu coloquei o título japonês e não o americano? Porque era a versão japonesa que eu obtive nos meus tempos de pirralho. Já era fã de carteirinha da SNK depois de assistir aos ovas de Fatal Fury e jogar os KOF’s 96 e 97 exaustivamente (mesmo sendo um prego na época), e ter a oportunidade de jogar com o fodástico Terry Bogard no meu Super Nintendo era algo inimaginável.
O jogo é uma espécie de Dream Match, com os personagens dos Dois primeiros Fatal Fury, usando a Engine do segundo episódio (infinitamente superior ao primeiro, tanto no arcade, quanto nos consoles), e isso reune uma boa gama de personagens.
A jogabilidade não sofreu grandes alterações em relação a versão arcade, mas uma surpresa grata para mim se revelou quando finalizei o jogo certa vez, jogando com alguém que não lembro, pensando que ia ver o final, eis que surge mais um adversário: Ryo Sakazaki, da série Art of Fighting. Uma pena ele não ser controlável no SNES, mas ainda assim era uma honra lutar. Lembro que foi por acaso, descobri depois que havia uma condição: Não perder nenhum round durante a partida.

2º Final Fight 2 (Capcom, Beat’em up)

 

Apesar de ser meramente um upgrade do primeiro Final Fight, que em sua versão SNES era algo próximo de ruim. Foi um dos que mais me marcou (apesar de que acho o 3 melhor), ainda mais que era ele que eu visava alugar assim que adquiri meu SNES, mas ao invés disso, tive que “me contentar” com International Super Star Soccer Deluxe.

 
Pois bem, no episódio anterior, Cody, Guy e Haggar jogaram o cadeirante Belgar do 50º andar para dizer as seguintes mensagens: “Não sequestre MINHA FILHA!” “Não mexa com minha cidade” (Ambas as duas by Haggar) “Yeah” (by Cody) e “…” (By Guy)… Qualé, vocês sacaram minha piada de ninjas silenciosos, não é? Voltando, Metro City era um local seguro novamente, quando a Mad Gear retorna, e sequestra a noiva e o sogro de Guy, em busca de vingança. Maki Genryusai, cunhada de Guy e meu objeto de adoração gamer (perdendo apenas para Blaze Field e Ulala) liga para Haggar, avisando do ocorrido, assim, ele, Maki, e Carlos, um brasileiro que organizava o churrascão de domingo no Haggar se juntam para espalhar violencia por toda eurásia.

 
A jogabilidade permanece imutada, com Carlos fazendo as vezes de Cody, Maki substituindo Guy e Haggar dando pilões a torto e a direito.

Graficamente não mudou muito do antecessor, exceto os cenários e os personagens, mas as animações continuam do mesmo jeito. Embora a capcom tenha criado a Maki, o que faz toda diferença. Maki… Como queria ver um cosplay dela com uma cosplayer decente.

 

1º Top Gear 3000 (Kemco, corrida)

Falando sério, Top Gear é uma franquia que nasceu e morreu no SNES, as versões de N64 são inssossas e a franquia sumiu do mapa, aparecendo vez ou outra em celulares. O primeiro jogo é épico e todo mundo jogou a torto e direito no SNES… Menos o Gagá (Gagá Games) que confessou isso nos Pecados Gamísticos. O segundo jogo divide opiniões, pessoalmente não gostei do jogo, ele é “simulador” demais e arcade de menos (como o primeiro). Já o terceiro… Soberbo.

Basicamente, é um Top Gear com tema mais futurista, se baseia em uma série de torneios de corrida que vão por diversos planetas, até o centro da galáxia.

 
As evoluções em relação aos jogos da franquia foram imensas. Para começar os pitstops foram abolidos, reabastecimento é feito em esteiras na pista, deixando as corridas mais dinamicas e até dramáticas. Um sistema de dano nos chassis foi incrementado, com recuperação feita em esteiras de outra cor. Um sistema de compra de motores, turbos melhores, caixas de marcha, chassis e pneus também foi melhorado. Durante algumas corridas, era possível encontrar dinheiro nas pistas, além de Turbos, caminhos alternativos (que podiam cortar caminho ou levar a esteiras de abastecimento/recuperação e dinheiro), decisão por posições ou abastecimento. Também foi criado um sistema de warp (tele transporte) em determinados locais, há um ponto verde que dá a chance de fazer um teletransporte entre dois pontos da pista. Não era vantagem de velocidade, mas ideal para passar por alguns oponentes sem bater neles. Havia também algumas rampas que possibilitam saltos, com o objetivo de evitar colisões e apanhar dinheiro em pontos da pista. Posteriormente, essas coisas (warp e jump) eram possíveis de adquirir para serem usados livremente (com suas limitações).
Embora seja desprezado por parte dos gamers, Top Gear 3000 foi uma das melhores experiências automobilísticas que já rodaram no meu SNES.

Por hoje é só,  semana que vem voltamos com mais um top 3 (faltam só mais 4 edições, n64, ps1, dreamcast e saturn) nostalgia, enquanto isso, fique com os anteriores!

Top 3 Nostalgia Parte 1: NES

Top 3 Nostalgia Parte 2: Mega Drive

 

Deixe um comentário

1 comentário

  1. Tweets that mention Top 3 Nostalgia – Parte 3: SNES « Blog do Kyo -- Topsy.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s