Jornada Tensa Onimusha 2 – Capítulo 2: No mundo dos Demônios


No capítulo passado, lembro que fomos até a mina de ouro, eu peguei uma lança de gelo e venci um Boss, e logo depois, salvei um esfomeado, o levando para a Estalagem de Imasho. E ele me deu uma rosca gigante para eu usar no local aonde eu o achei. Pois veremos a minha jornada essa semana.

 

 

Bem, no save point, olho para o lado e pego um ítem qualquer que não me recordo e provavelmente será inútil, ou não, e bem… Sabendo o caminho que terei de fazer, me dirijo ao caminho da mina de ouro, e me preparo para enfrentar meus velhos amigos samurais mortos-vivos, até que… Surgem outros inimigos naquele lugar, uns caras escrotos que me lembram o Voldo (biba-mor de soul calibur), pois bem… Os elimino como sempre e entro na mina de ouro, indo em frente, encontro o Sniper e o Kuroda lá, e vou pelo caminho de baixo na primeira bifurcação, lá, encontro um pergaminho e numa “sala” encontro um puzzle, que sendo resolvido, me deu uma nova técnica com a Espada de Trovão. Pois bem, após isso refaço o caminho aonde encontrei aquele chefe do capítulo anterior, e encontro outros inimigos. Kotaro, o Ninja, me dá uma pequena mãozinha, e sigo em frente. Na área do BOSS, encontro uns inimigos e o Sniper me dá uma ajuda para prosseguir em frente, chegando na parte do buraco, coloco o Anel Rosca Gigante no local devido e o buraco abre. Chegando lá, tem duas estátuas grandes pacaralho e que me dizem que aquele é o mundo dos demônios e que irei morrer mais cedo estando ali, e todo aquele bla bla bla de quem vai ter a bunda chutada.

O que seria quase verdade, eles mandam dois sub-chefes pra cima de mim, e só não parti dessa para melhor, graças ao Onimusha Mode, que me salvou e me fez currar os dois inimigos com gosto, farinha e molho. Adentro a porta do mundo dos demônios, e encontro uma escadaria em espiral muito grande, subo, subo (repete 25x) e encontro um mísero inimigo que serve só de petisco, saindo, me vejo na parte da frente de um castelo, na porta dele encontro o Sniper (esses caras de Onimusha seguem a lei da conveniência de uma maneira que vou te contar, viu?), pois bem. Adentro o castelo, fatio alguns lagartos e uso uma porta lateral da esquerda pra encontrar um puzzle que me dá metade de uma máscara. Volto, e uso a porta da frente do aposento anterior para prosseguir. Encontro um grupo de inimigos e o Kuroda me ajuda mais uma vez. Indo em frente, num baú, encontro um puzzle que me dá uma power jewel, logo em seguida reencontro meus velhos amigos samurais zumbis e nos confraternizamos como sempre: Minhas espadas e os corpos deles. Passando por eles (tinha uma porta que não entrava), chego a um local aonde encontro um livro de história, e uma escada, e óbviamente… Subo nela.

Lá em cima, sofro uma emboscada, e logo chega o Kuroda pra salvar o dia e juntos, damos conta desses miserentos. Assim que terminamos, aparece o Sniper e o cara cuja filha havia sido raptada (No capítulo anterior), e um choro de criança é ouvido. Achamos uma criança, que é a filha do camponês, após uma trollada do Sniper pra cima do Kuroda, este lembra da filha que morreu num incêndio (provavelmente culpa do Nobunaga). Depois dessa cena, sigo em frente pela porta que me leva a parte superior da entrada do castelo em que estou. Chegando lá, vejo que há uma porta, entro nela e há um dispositivo que só será desativado se eu usar um outro tipo de arma, então, faço o caminho todo de volta e saio do castelo, encontrando alguns inimigos. Depois de surrar muitos seres bizarros, retorno ao castelo, seguindo em frente… Encontro Kotaro, e dou um Incenso (aquele item inútil que eu peguei no começo do capítulo ou peguei em algum lugar) e ele me dá uma power jewel. Nessa porta que não entrava, uso metade da máscara que ganhei, e precisarei da outra que também está no castelo. Aproveito o save point para uppar o nível da Lança. Olhando bem pelo caminho, noto uma porta que não tinha visto antes (sou burro pra cacete), entro nela e encontro um fantasma que queria matar Nobunaga, mas bem… Falhou miseravelmente, e ainda ficou com a alma presa ao castelo e precisa de um certo ítem pra libertá-lo. Como sou um cara fuçador, já havia encontrado tal item no castelo, e ajudo a libertar a alma do manolo e ele me entrega a outra metade da máscara.

Retorno ao ponto aonde devo usar a máscara, e a uso, liberando o uso da porta. Entrando, um dos servos de Nobunaga está com a mulher que Jubei está atrás, e ela está em apuros, pois o manolo do Nobunaga convocou dois inimigos. Mando a gostosa vazar, e numa atitude de macho, espanco os inimigos sozinho, e entro numa porta que tem chifres e provavelmente não guarda nada de agradável. Chegando lá, lido com um inimigo que é uma bichoona e começamos a cair na porrada, uso as duas power jewels pra aumentar meu max hp, algumas ervas pra recuperar a energia, mas o fato é que eu não consigo acertar um golpe nele. Não, isso é injusto, consegui acertar um golpe sim, mas durante a luta, a mulher ajuda Jubei a fugir, e subo por um poço que dá na parte de fora do castelo. Chegamos numa Pedra que não estava lá, e a mulher me entrega a esfera que estava pendurada num cordão dela, estava a gerações na família dela. A pedra sai voando e se transforma num cavalo de metal, eu e a mulher montamos no cavalo numa cena bem romântica até, e retornamos para Imasho, aonde nos despedimos, ela me diz seu nome (Oyu, pertencente ao clã Asai, que está sendo subjulgado por Nobunaga e seu exército) e reencontro logo depois, Kotaro que novamente diz que ela não é confiável e some de novo. Me dirijo a hospedaria e salvo novamente o jogo… É hora de encerrar por hoje, semana que vem começaremos a busca pela terceira esfera.

 

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s