Jornada Tensa Onimusha 2: Capítulo 1 – A Mina de Ouro


No capítulo anterior da Jornada Tensa, vocês viram que o vilarejo de Yagyu foi destruído pelo exército de Nobunaga e os samurais zumbis. E chamado por uma voz de Puta, Jubei ganhou a espada que dá choque e a tatuagem poderosa que suga na palma da mão. Jurando vingança, Jubei se dirige a Imasho. Após ver a cena da morte do manolo que conseguiu ouro, eu havia salvado o jogo… Vamos ao relato dessa semana da Jornada Tensa de Onimusha 2: Samurai’s Destiny.

Pois bem, naquele muquifo aonde eu havia salvo o jogo, dou uma olhada e não tem nada demais, então vou dar um passeio na cidade e procurar por informações. Entro numa construção, pratico um pouco de vandalismo nos barris e após mexer num dispositivo, ativo um elevador que me leva ao segundo andar da construção, aonde encontro um arco e flecha (ele me será importante mais a frente). Saio do local em questão, e após falar com algumas pessoas na cidade, elas me passam a informação de que só com permissão, é possível entrar na mina de ouro. Ainda assim, saio da cidade e me dirijo a mina de ouro, sendo que no caminho encontro alguns bifes, digo, samurais zumbis pra fatiar, e após ganhar um pouco de experiência os matando, chego a entrada da mina de ouro e OBVIAMENTE sou barrado.

 
Desço novamente pra cidade, fatiando mais alguns inimigos, e chegando naquele mesmo pé sujo aonde salvei o jogo, encontro dois caras discutindo por causa de uma garota, e os dois decidem resolver essa pendenga como machos, numa luta do lado de fora do bar. O Gordinho começa atacando, mas o outro pula por cima dele e dá um tiro com o trabucão que ele segura, sendo que logo em seguida Jubei acaba com a briga dos dois, e obviamente somos apresentados aos dois. Voltando pro Bar, sou introduzido ao sistema de presentes, e dou ao cara do trabuco um Telescópio, e em troca recebo um arco com cinco flechas explosivas. Passeando por esse bar, encontro um mano que vende permissões pra entrar na mina de ouro por 100 pratas (na verdade é ouro, mas enfim) e eu, logicamente compro.

 
Novamente me dirijo pra mina de ouro, fatiando mais zumbis samurais no meio do caminho, e chegando lá, esfrego a autorização na cara daquele manolo. Consigo descolar um item random desses no chão e quando vou entrar na mina, dois homens saem correndo e gritando: “MONSTROS!” da mesma maneira que o Scooby-Doo e o Salsicha gritam “FANTASMAS!” nos desenhos, e após um diálogo breve, entro na mina e eles me dizem que aquela gostosa que eu havia mencionado no capítulo anterior entrou na caverna também. Caminhando pela caverna, chego a uma bifurcação e escolho o caminho de cima, aonde encontro novos monstros, híbridos de coisa ruim com lagarto. Os fatio com minha espada do trovão e chego num determinado ponto aonde encontro o Gordinho (Vamos o chamar de Kuroda porque eu esqueci o nome dele e fica mais divertido), pois bem, reencontro Kuroda e o indicador da tela mostra que posso dar um presente ao Kuroda. Ofereço um livro, ele, com cara de poucos amigos me dá uns chifres de Veado (Porra, Kuroda!), ofereço uma toalha branca (macia, com Confort), e ele diz que prefere a dele; Então ofereço um Leque, e ele aceita e fica feliz (Hum, sabia que o Kuroda manjava), e me dá um cristal legal que faz meu HP Max aumentar.

 
Indo em frente, sou emboscado por mais lagartos, e o Kuroda chega pra me salvar. Aparece um homem, e pede ajuda, pois a filha dele foi levada por monstros e o Kuroda, pergunta se a filha dele é bonita. Sendo assim, Kuroda, por interesse, vai atrás da filha do manolo e me deixa seguindo em frente. Continuo seguindo, e chego a uma bifurcação, escolho novamente o caminho da direita e chego a mais um daqueles templos do boca de dragão (aquele que me deu a espada de choque!), e mais uma vez coloco minha mão na boca do dragão e ganho uma lança… DE GELO! Caralho, agora tenho a porra de uma lança de GELO!
Equipo minha nova arma, e refaço meu caminho até a bifurcação que me levou até a boca do dragão, e matando mais alguns Lagartos, chego numa porta, aonde o Kuroda discute com o mano do trabuco (chamarei de… Sniper), enfim, os dois estão discutindo e o Kuroda diz que o sonho dele é se tornar um senhor feudal, eu conto que não tenho sonho, apenas a determinação de matar Nobunaga. Sniper diz que isso é vazio e vai embora, Kuroda continua sua busca pela filha do manolo. Eu quebro uma barreira que só seria possível com a lança de gelo (já tinha feito isso quando comprei o jogo) e sigo em frente, inimigos e chego num save point, aonde salvo e numa porta aonde tenho de colocar a Esfera que consegui no capítulo anterior. Chegando lá, me deparo com uma mistura de centauro com Aranha, que pergunta quem sou. Falo que não quero porra nenhuma com ele, e apenas procuro por uma mulher. O monstro deveria ter deixado eu passar, mas nããããão, ele quer me matar, e antes de começar a luta, Kuroda chega para me ajudar (ou não lembro se foi depois, mas deixa isso pra lá), Kuroda e eu começamos a lutar, e cretino como só, me afasto e uso os dois arcos que ganhei para tirar um dano, além do golpe especial da Lança de Gelo que tonteia o mestre. Após alguns minutos de combate, o mestre tomba dizendo aquele chavão clássico de vilões: “EU VOLTAREI!”

 
Após me despedir do Kuroda, sigo em frente e encontro um homem que explica a situação dos monstros na caverna, que escravizaram os mineradores e a maioria morreu de exaustão. Levo o manolo pra hospedagem (ele desmaiou) e dou comida a ele. Ele agradece e me dá um anel vermelho que lembra uma rosquinha gigante, dizendo que a mulher que havia entrado na caverna, entrou num buraco (que fica próximo ao local aonde eu achei ele), e que aquele anel ajudaria a abrir o buraco. O Homem me agradece e vai embora. Me levanto e dou um passo, quando um ninja que dormia na estalagem arremessa uma Kunai em mim, acorda e vai embora. Desço, para me dirigir ao save point, e lá o ninja novamente aparece, se apresentando como Fuuma Kotaro, diz pra eu ter cuidado com aquela mulher, e vai embora. Eu salvo o jogo e tenho noção de aonde devo ir para prosseguir minha aventura, e é aqui que terminamos essa semana!
Na próxima semana: Entrando num buraco!

 

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s