Dance Dance Revolution GB (Game Boy Color)


Essa semana tem sido difícil pra mim, a internet está pior do que nunca (resolverei esse problema em breve) e pouco tempo me resta pra dedicar ao Blog, mas ainda assim, me mantenho ativo no New Old Players (Toda sexta), e no Gamers Invaders (Toda Quarta) e pra compensar o tempo, vamos de review!

Dance Dance Revolution GB

Produtora: Konami

Distribuidora: Konami

Estilo: Simulador de Dança

Plataforma: Game Boy Color

O jogo

Dance Dance Revolution é um simulador de dança criado em 1998 pela Konami, sendo parte da linha de jogos musicais Bemani, que inclui títulos como Guitar Freaks (guitarra), DrumMania (Bateria), entre outros. Dispensa qualquer apresentação, DDR gerou diversos clones ao longo dos anos, como o coreano Pump it Up!. Esta iteração no GB é exclusiva do Japão, mas conta com menus em inglês.
Jogabilidade:

A maior dificuldade em adaptar o ritmo de jogo de ddr para um portátil era o fato de não poder apertar os direcionais opostos (em passos duplos como esquerda+direita ou cima+baixo), daí temos duas opções: O mini dance-pad lançado pela Konami, e a opção para os mais sem grana: os botões a e b do game boy color funcionam como direita e cima respectivamente. Com isso bem resolvido, a jogabilidde flui excelentemente bem (exceto se você usar um emulador sem um controle) e você não terá problemas com os comandos simples.
Som:

As versões 8-bit das músicas das versões de mesa/arcade estão excelentes, destaque para butterfly (a primeira música de ddr que conheci) e boom boom dollar que estão acima da média. O lado negativo é que algumas músicas só podem ser acessadas na dificuldade hard (culpa de me acostumar com a versão de mesa em que as músicas tem seletor de dificuldade)
Gráficos:

O Game boy color é um console 8-bit, então seria impossível fazer uma esteira como a do ps1/arcade (lembrando, q falo da época do jogo) com o personagem dançando e as setas passando por ele, então “dividiram” a tela em duas, deixando a esteira do lado esquerdo (como no jogo mesmo), do lado direito fica a barra de vida, o personagem dançando e a pontuação. Tudo organizado, e um tanto animadinho (pra um 8-bit)
Finalizando:

É um excelente jogo, adaptado para o portátil de maior sucesso do mundo. Jogabilidade simples e viciante (e não cansativa), um som bem adaptado e os gráficos são na média para um portátil de 11, 12 anos a época do lançamento de DDR GB. O único porém é que não tem tantas músicas quanto as versões de mesa.
Nota: 9/10

 

Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s