Final Fantasy X (Playstation 2)


Ah, o ano de 2001 foi um ano de ouro pra Squaresoft, atual Square-Enix, na E3 daquele ano, foi revelado a concepção e imagens do megahit Kingdom Hearts (O qual eu AINDA não zerei, por sinal, apenas o II) e é nesse mesmo ano que foi lançado mais um capítulo da Saga principal de Final Fantasy (no Japão e nos EUA, a versão européia veio um ano depois), e a estréia da franquia no PS2… E que estréia! Substituindo os cenários pré-renderizados pelos totalmente tri-dimensionais! E pela primeira vez, os diálogos principais (ou a maioria deles) contém dublagem…

Final Fantasy X

Produção: Square-Electronic Arts
Desenvolvimento: Squaresoft
Plataforma: Playstation 2
Jogadores: 1

Gênero: RPG

O Jogo
A história se passa no mundo ficcional de Spira e é centrado na missão de Tidus e seus companheiros, que consiste em derrotar Sin, a criatura que deixa um rastro de destruição por onde passa… E durante o desenrolar deste capítulo, muitas coisas acontecem.


Jogabilidade:

Bem, basicamente é um rpg de turnos tradicional, com skills, dungeons, invocações (Chamadas aqui de Aeons, inclusive a minha primeira criatura eu batizei de GIZUIS), e muitos puzzles, além do complicado mini-game de blitzball, em geral, tudo funciona muito bem, embora O MEU CONTROLE não me ajude em certas ocasiões, e as vezes a câmera me incomoda (mas isso acontece também em Devil May Cry tongue.gif), mas nada que atrapalhe o jogador, são apenas vícios meus!

O sistema de evolução do jogo foi trocado, saem os tradicionais Pontos de Experiência/Níveis e entra a Complexa Sphere Grid, que dita a evolução do jogador. Embora a princípio seja estranho, com algumas horinhas de jogo você pega o jeito.


Gráficos:
Como era a estréia da franquia no PS2, não estavam no ápice do Ó do Borogodó (como em FF XII ou KH II), mas são bem limpos e bonitos e as cut-scenes muito bem feitas. Os cenários, apesar de não fazerem uso de todo o potencial do console da Sony são de encher os olhos para um leigo em matéria de PS2, alguns podem olhar torto (principalmente a galera q amah graphicuxx), mas no geral são bem agradáveis… O Design dos personagens, foi feito pelo aclamado Tetsuya Nomura, que nos concebeu outras maravilhas em termos de RPG, como a franquia Kingdom Hearts (PS2, DS, PSP e GBA) e o bacana The World Ends With You (DS), é de se encher os olhos.


Sons:
Um quesito em que a Square nunca decepcionou os fãs, como sempre, a trilha sonora ficou a cargo do mestre Nobuo Uematsu, colaborando com Masashi Hamazu e Junya Nakano e é impossível não sorrir diante de algumas músicas que para alguém normal, passariam despercebidas, como o Main Theme dos Final Fantasy antigos, num ritmo eletro, nos primeiros minutos de jogo, ou o memorável tema de vitória, marca registrada da franquia da Square. A dublagem é outro ponto importante, e isso faz muita diferença no jogo, antes de pegar o jogo, tava meio que olhando torto, com medo da dublagem americana do jogo, mas eis que queimo a língua! A dublagem está mais do que ótima, o dublador do Tidus (James Arnold Taylor) passa bem o carisma do personagem pro jogador, assim como os outros dubladores cumprem bem o seu papel, fora pequenos erros de sincronia, tudo se encaminha excelentemente bem pra proposta do game.
Finalizando:
Um excelente RPG aos moldes tradicionais, prepare os baldes de pipoca, pois você irá precisar de muitos, eu mesmo avancei o suficiente pra fazer esse review, e ainda quero mais, as coisas podem correr fáceis, mas em alguns puzzles você vai querer se matar de loucura, pois tentou tudo e a resposta tava na sua cara e você não conseguia fazer (algo sobre burrice), uma bela trilha sonora, bons personagens , boa dublagem…  Mais do que recomendado, OBRIGATÓRIO! E sim, prefiro ele ao FF XII P.s: Espero terminá-lo e por minhas mãos na continuação direta do jogo, Final Fantasy X-2…

Nota: 9/10

Deixe um comentário

1 comentário

  1. Lí o inicio e pulei pro comentário. Pretendo fazer um review dele, seu copiador de idéias em mente sauhsahuasuhshu

    Tô jogando ele, e o pouco que eu joguei já deu pra ver muita coisa. Visualmente, bota alguns jogos atuais no chinelo. Gráficos absurdos para a época e para os dias de hoje!

    Responder

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s