Dead or Alive 2 (Dreamcast)


Domingão, dia de descanso… Não pra mim! Pois bem, vamos as novas aqui do Blog!

  1. O Cyber Woo começou a trabalhar no Blog. Erguei as mãos, manolos! Aeeeee! \o/ \o/ \o/
  2. A entrevista com a Aura Rinoa foi feita e irá ao ar na Quarta-feira!
  3. Já temos uma quarta entrevista marcada! Provavelmente irá ao ar após a semana temática de setembro

A review de hoje será de um dos jogos que marcaram o início da minha adolescência, a primeira vez que o joguei foi em 2001, e passei muito tempo jogando ele, sendo que era só a Demo que veio com meu Dreamcast.  Estamos falando da criação de Tomonobu Itagaki, Dead or Alive 2.

Dead or Alive 2

Produtora: Tecmo

Desenvolvimento: Team Ninja

Plataforma: Dreamcast

Gênero: Luta

Jogadores: 1/4

O Jogo

Hoje em dia, quando falamos de Dead or Alive, vergonha é o que vem a nossa mente, devido ao mais recente jogo do PSP. Mas no passado, era uma franquia que tinha certo respeito (sem trocadilhos com peitos, por favor) e batia de frente tranquilamente com os ases do 3D fighting, como Tekken, Virtua Fighter e a série Soul (primeiro o Edge, depois os Calibur). Dead or Alive 2 foi o auge da franquia, que infelizmente migrou para os consoles da Microsoft e decaiu (não que tenha a ver um fato com o outro, mas que é coincidência é). O jogo se passa certo tempo depois da morte do patrocinador do primeiro torneio. O mundo se tornou um caos e a ameaça do terrível Tengu paira sob a entrada do novo século. 12 lutadores irão participar de um novo torneio, cada um com uma motivação diferente, uma razão distinta para competir.

Jogabilidade:

É do tipo que vicia! Os metralhadores de botão podem se dar bem, mas basta encarar um jogador que gastou 30 minutos pra dominar a jogabilidade de DoA 2 e terá o chão encerado com a sua cara. A jogabilidade é totalmente descomplicada, com alguns botões é possível fazer combos simples, temos agarrões e o melhor do jogo, contra-ataques. Com isso, aliado aos cenários que ajudam o lutador. Sim, pois alguns cenários tem níveis, ou seja, podemos jogar o adversário longe, e ele cair alguns metros antes de continuar a luta, causando um belo dano! Temos paredes explosivas, que podem aliados a um contra-ataque bem encaixado, ajudam a virar a luta. Outra coisa legal são as lutas em Tag-Team, que com os lutadores corretos, “habilitam” golpes combinados que dão um efeito visual bonito. A dificuldade do jog0 é mediana, consegui terminar o jogo no Very Hard sem muitas complicações (o que aumenta com a dificuldade é a quantidade de contra-ataques do adversário).

Gráficos:

Junto com Soul Calibur, é um dos games de luta mais belos já vistos no Dreamcast, ainda hoje impressiona. Os cenários são lindos, pode-se observar detalhes longínquos, e em alguns casos são enormes, como o do telhado que pode tanto cair pra um lado, quanto para o outro na parede (que dá para um templo bacana) ou o do Teatro que tem 2 sub-níveis. Os lutadores estão bem modelados e bonitos, as lutadoras principalmente. Uma das coisas do primeiro jogo que foi bem corrigida, foi o sistema de peitos, que ficou mais realista. Não, não tô de palhaçada, no primeiro jogo eles balançavam como as mãos de um sujeito com mal de parkinson no meio de um terremoto, aqui eles parecem com peitos de verdade. Alguns efeitos, como a água de alguns cenários e a neve do cenário de gelo são bem feitos.

Sons:

Explêndido! Não sou um grande fã de techno por exemplo, mas em DoA 2, eles fizeram uma das trilhas de fighting games mais legais de todos os tempos. O tema da Helena, que mistura por exemplo Techno e Violino é foderástico. Todos os temas do jogo são ótimos, é daquela trilha pra se ter e colocar no seu mp3, mp4, iPod, iPhod e ir ouvindo a caminho do trabalho. Graças a deus não tivemos dublagem americana, então a Japonesa fez um baita trabalho. As vozes estão muito bem encaixadas em cada personagem.

Finalizando:

Dead or Alive 2 é um dos clássicos que não envelheceram, já fazem 11 anos desde o lançamento da versão arcade e 10 da de dreamcast e ainda continua impressionante. Olhando os recentes jogos da série (O DoA 4, ultra difícil e a merda do PSP), dá pena de ver uma série tão boa estragada por decisões erradas. Se a Tecmo e o Team Ninja tivessem se focado mais na jogabilidade e menos no Aerosmith (quem conhece DoA 3 sabe do q falo), talvez DoA ainda rivalizasse com Tekken e Virtua Fighter. Enfim, se puder, jogue a versão do Dreamcast, a do PS2 tem loadings um pouco maiores e uns serrilhados que não existem na versão de Dreamcast. Mas ainda assim, no maldito site da Tecmo quando se entra na página de DoA 2, só se vê a versão PS2… Ingratos! O único ponto contra de DoA 2 é o número de personagens (12), fora isso, é um jogo perfeito e COM PEITOS! SIM, A RAZÃO PARA MACHOS JOGAREM ISSO SÃO OS PEITOS!

Nota: 9,5/10

Deixe um comentário

1 comentário

  1. Tweets that mention Dead or Alive 2 (Dreamcast) « Blog do Kyo -- Topsy.com

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s