Pecados Gamísticos do Kyo


Bem, tudo começou há muito tempo atrás, numa terra distante, longe da civilização, digo, tudo começou lá no GameRetrô, que iniciou um meme entre os gameblogs retrô sobre os pecados gamísticos, aqueles games que qualquer retrogamer que se preze já jogou (ou jogou e zerou). E como muitos blogs já se confessaram, estou aqui, dando motivos para você me sacanear por conta disso, então, sem mais delongas, vamos aos motivos que me levarão ao lado do capeta 8bits.

1) Série Metroid

Muitos dizem que as aventuras intergaláticas de Samus são excelentes, mesmo com o enredo meio chupinhado da série Alien (é sério, leiam a matéria do Alexei Barros lá na Old! Gamer 3), a qualidade, segundo eles é incontestável e os jogos, lendários. O fato é que na época em que possuia meu SNES, Super Metroid vivia alugado e na era da emulação, cheguei a jogar a versão de NES, porém como os cenários são muito parecidos, fiquei mais perdido que cabelo de bunda, e larguei o jogo de lado.

2) Kid Icarus

O Anuncio do retorno de Pit no novo console da Nintendo (3ds) e com subtítulo chupinhado descaradamente do novo Contra Anunciado (Hard Corps: Uprising) é o momento certo para dizer que nunca joguei essa pérola do NES, nem mesmo nos emuladores (sempre tinham jogos mais legais). Nesse momento do Post, já vejo uma mãozinha feita em 8bit longe, do chão, querendo puxar meu pé.

3) Dragon Quest

Sim, apesar de já ter jogado um pouco do V traduzido em inglês (e até gostei, e olha que não tenho muito saco pra RPG’s, dá pra contar nos dedos de uma mão os que já terminei), não fui muito longe. Mas depois de ter visto uma cosplayer francesa muito bacana vestida como a Jessica do DQ VIII (to tentando trocar umas palavrinhas com ela via e-mail, diga-se de passagem ela tem um belo par de pernas, mas como não moro em Paris… T_T), acho que deveria dar outra chance.

4) Legend of Zelda
Me aventurei nos de NES, sem muito sucesso, nos de SNES idem. No primeiro de N64 (meu favorito), fui um pouco longe, mas como o N64 não era meu e a fita era da locadora, c’est fini. Por mais que o universo de Zelda me atraia, não consigo… Não vai!
5) Final Fantasy & Chrono Trigger
Estes eu nunca joguei na época de console (só o remake do I+II no PS1 e o X, X-2 e XII no PS2), e nos emuladores, nunca fui longe tanto na série Final Fantasy, quanto no clássico Chrono Trigger. FF é porque eu tenho um certo trauma do FF IV (meu favorito), que quando eu estava longe pra caramba, apagaram meu maldito save, daí o trauma. Chrono Trigger é por conta do fato que ODEIO HERÓIS MUDOS! Sério, dá uma tremedeira só de ver o herói sem uma fala no jogo.
6) Super Mario 64
Esse inclusive já relatei ao Sabat em certo post lá no Retroplayers que achei um saco. Não, juro, pra mim Mario morreu na timeline dos jogos principais, desde que começou a aviadar em SMW 2: Yoshi’s Island. Tipo, cadê aquele encanador bacana dos quatro jogos anteriores? Fora que esse lance de Barra de vida pro Mario não dá certo, o legal era o power-up ser seu “life”.
Acho que é só isso, esses são meus pecados gamísticos, então, segue aí a lista dos outros pecadores que já se confessaram:
Aguardo todos vocês no Hell 8bit!
Deixe um comentário

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s